sexta-feira, 26 de abril de 2013

Dente de leite*

Declinando pela dor,
Em nome do célebre amor.
Como um fanático,
Como um estúpido palhaço.

Assim sou eu,
que sigo seus passos.
Estou pensando na loucura que faço.
Horrores de um coração apaixonado.
Devaneios que vem do quarto.
A esperança de um ser DESOLADO
é nos sonhos tão desejados ter a sua amada nos braços.

Assim sou eu,
que sigo seus passos.
Sou eu,
um estúpido e palhaço
Que sigo sozinho
cabisbaixo.

* Sweet Tooth, palhaço da serie de games Twisted Metal. Achava que seu nome significava dente de leite, mas na verdade é guloso.

Bob e uma situação

Ser macabro
com um sorriso nos lábios,
uma casa invade,
pobres condenados.
Corra Annie,
se desespere, atrás de você!
Oh, não! A morte te segue.

Olhos frios,
sem coração,
o homem sem face
não lhe ouve não.
Não se espante, aquilo...
É apenas o seu coração.

Doce Melissa...
Não corre, não anda,
despida atrás do sofá
sem paz em seu próprio lar.
Ei! Ele vai te matar...
O homem sem face mais uma vez,
mais uma vez e mais uma vez...
Basta! Tão pura. Então com Deus estará.

Homem sem face
ataca outra vez.
Apenas um sorriso de ironia,
de sensatez.

Agora ele sobe
É sua vez!
Na noite fria soa os gritos dela,
Sheila ou Sofia?
Ele não liga, dane-se quem são elas!
Com sua faca afiada
os seus gritos ele cala.
O sangue jorra, desce pela escada.

O homem sem face tem um sorriso irônico. 
O homem sem face possui um dono
que sonha acordado imaginando um caso,
Bob sentado com um sorriso macabro...
Garotas... Cuidado...



pequena estória

O Menino Tolo E A Garota Que Coleciona Corações Partidos



Havia um garoto, ele ia ao encontro de sua amada, talvez quem sabe? O ultimo entre ele e ela. Eles se viram, se aproximaram e começaram aquela que seria provavelmente as suas ultima conversa.
O que eles queriam era explicar suas razões, ela a de não o querer e ele a de não a querer ver. Viram-se, disseram adeus. Não sei o que passou na cabeça da garota, qual eram suas intenções, mais sei o que o garoto queria ouvir dela. O que ele queria ouvir era ela dizer: vem comigo, deita comigo para marcar a ultima vez que o vi, quero te sentir novamente.
O garoto havia partido sem ouvir essas palavras, mas estava tudo bem porque agora ele não quer ouvir mais nada sequer dela a garota que o menino tolo amava...

O Fim de Bob


Para quem leu O Suicida E O Rapaz Feliz (jusé e shino xD) este é o final de Bob:

Em um pequeno barco um pouco afastado da costa está Bob e sua jovem irmã mais nova. Bob dizia a sua intenção.

Bianca: - e a nossa, a sua família Bob?

Bob: - o que têm eles?

Bianca: - como se sentiriam?

Bob: - logo eu não passaria de areia esquecida.

Bianca: - eles não sabem que quer isso, não é?

Bob: -  não, nenhum deles

Bianca: - por que não diz?

Bob: - não entenderiam, são ignorantes não compreenderão meus motivos. Diriam, tentando me ajudar, “Ah! Na minha época dava pancada e não tinha isso”, “você tem é que trabalhar”, “que nada é mentira”.

Bianca: - eles tentariam te ajudar Bob, se ficar alimentando isso logo fará.

Bob: - Eles mudariam o Mundo? Acabariam com minha dor? Farei agora! – Bob Levanta.

Bianca: - tentariam fazer que visse as coisas boas.

Bob: - Eu sei o que há de bom... Mas não vale a pena, eu não as aproveito... Não sinto prazer.

Bianca: - Bob... –  ela faz uma longa pausa. – a Angélica tem algo haver com isso?

Bob: - tento me convencer que não é por ela porque realmente não é! Mas ela ajudou. Eu contemplei o gosto pela vida, mas não sabia que era só mais uma brincadeira de Deus e logo ele tiraria o meu “gosto pela vida”.

Bianca: - Bob. Dê um tempo para sua mágoa passar.

Bob: - Não passará

Bianca: - Como saber?

Bob: - Já disse que não é ela! Não tenho mais nada a dizer apenas despeço-me deixando o mundo como um fracassado que o único sucesso foi ver que não vale a pena viver.

Bianca: - e eu? Eu te amo Bob. Finalmente ele se volta para sua irmã e devolve o “cumprimento”.

Bob: - Também te amo.

Bob se pegou a algo que ele julgava que não o deixaria voltar e se jogou ao mar. Bob estava realizado, se foi aproveitando de dois últimos prazeres; o de realizar seu desejo de morrer e o de ser abraçado pelo Mar.
Sua irmã, aos prantos, perguntava-se se deveria ter feito algo, dito que tudo ia melhorar, talvez mentindo para ele e si mesma. Deveria?

terça-feira, 23 de abril de 2013

Übermensch

Transcendo a todos ao meu redor
Não que eu seja melhor
Sou apenas diferente
De outra dimensão

Transcendo a todos ao meu redor
A ver as coisas de uma forma diferente 
Sentindo gostos (emoções) divergentes 
Ficando sozinho em meio a milhares 

Sinto falta do meu mundo
Não sei onde foi parar
Se ainda existe ou existiu
Arrasto-me procurando aqueles que me entendem

Meu grito aqui é em vão.





Joana

Mais uma vez ela aparece minha mente
A garota que criei
Que habita nos sonhos
Que me ama e me espera
Seu sorriso encantador eu procuro
Seu olhar profundo e melancólico eu desejo
Sua pele branca e macia eu sinto
Dos seus doces lábios rosados e puros espero o beijo
De suas mãos aspiro seu toque
Um sonho que não quero deixar
Um dia que não quero acordar

Raiva


Não importa se você é uma boa pessoa, não importa se você estudava para conseguir algo de bom da forma certa nessa sociedade suja. Nada de admirável, em um ser, importa se junto você não for alguém que baba o ovo de Deus, eu quero que se foda todo tipo de religião que limita o homem, eu sinto por ter que viver com pessoas que adoram e seguem esse tipo de... Coisa.

Mas tudo bem se alguém usa uma mascara chamada cristianismo para viver, viver enganando o mundo. Vejo pastores bandidos serem defendidos como guardiões da moral e da boa conduta, líderes religiosos psicopatas serem venerados, a historia disfarçada e reescrita por canalhas que se diziam ‘cultos’, ouvidos ou palavra de deus. Por que vocês não morrem? Por que existiram e existem? Ah! Ignorem-me provavelmente sou um babaca derramando sua fúria. Desisto, desisto e desisto

Este dia marcou a história



- O todo poderoso Barcelona caiu de 4

- Messi sofre de insônia

- O Barcelona me fez rir sinceramente depois de 3 meses de agonia



Ode a Charlie Sheen

Só um tolo escreve estas coisas (para você)
Só um louco ama (você)
Só um cego confia (em você)
Só um pobre inocente sorrir (com você)
Só um fraco imagina (pensa em você)
Só um apaixonado consegue ser tudo isto 
Diria o mestre (Sheen)
O amor não é cego é retardado.

O Oriente (Lu Bu)


Lu Bu




   Órfão, ele teve seus pais assassinados pelo império aos 12 anos, foi acolhido pelo general assassino de seus pais, Ding Yuan. 

   Em 191, junto ao seu pai adotivo atacou a cidade imperial, que estava no controle de Dong Zhuo, que manipulava o jovem imperador. Antes de Lu Bu matar Dong, Dong ofereceu poder e ouro a Lu Bu, que aceitou e se rebelou contra Ding Yuan matando-o. 

   Depois de se unir a Dong, assumiu oposto de filho dele e ganhou de presente a Red Hare (Égua Vermelha) e a Sky Healberd (alabarda de 100 quilos). Lutou bravamente contra Guan Yu e Zhang Fei em um duelo a cavalo, só recuou quando Liu Bei também entrou na luta. 

   Lu Bu surpreendeu tropas inimigas em 192, saindo de um alçapão e arremessando a cavalaria inimiga pelos ares, foi nesse episódio que sua fama mais se propagou, era dito que ele era incansável, há relatos que ele lutou por um dia inteiro em cima da égua e usando a pesada alabarda. 

Diao Chan aparece 

   Ainda em 192, Diao Chan uma servente do ditador Dong Zhuo, recebe o conselho de seu pai Wang Yun, para uma trama que devolveria a estabilidade da dinastia, o plano era por Lu Bu Contra Dong Zhuo, primeiro ela atiçou Dong, dizendo que Lu Bu não era confiável, depois disse a Lu Bu que Dong quis toma-la a força e a partir daí Lu Bu se junta a alguns seguidores leais, entre eles Zhang Liao (esse era gênio e excelente guerreiro com um feito impressionante) e começa o confronto entre os leais a Dong e os leais a Lu Bu. 

   Com certa dificuldade Lu Bu consegue realizar, sem saber, os desejos de Diao Chan. Mas Diao Chan tem uma enorme perda na batalha, Wang Yun seu tutor e pai adotivo morre queimado no incêndio ao castelo. Depois disso Lu Bu se vê encurralado e foge com seus seguidores. Do outro lado Zhang Yun, um bom general, toma a liderança da facção e muda a capital imperial para terras vizinhas levando o jovem imperador. 

Trilhagem

   Depois da vitória e derrota, Lu Bu vagou por territórios afora oferecendo seus serviços, chegou a estar entre os preteridos por Yuan Shao, mas os estrategistas de Yuan o aconselharam a dispensa-lo, pois Lu Bu já havia mostrado claramente sua falta de lealdade. Então Lu Bu se encaminhou para Xia Pi, terras herdadas de Tao Qian (lorde antigo da velha nobreza) e assumidas por Liu Bei. 

   Por um bom tempo Liu Bei e Lu Bu que um dia se odiaram manteriam certa cordialidade. Disso Lu Bu se acomodou nas terras de Liu. Lu bu não deu muitos problemas, mas também não ajudou drasticamente em nenhum conflito. 

   Lu bu apelidou Liu Bei de “meu pequeno irmãozinho” em menção a irmandade jurada que Liu, Zhang e Guan fizeram no famoso jardim da paz, antes da supressão dos turbantes amarelos em 184, quando os três se conheceram. Em pouco tempo, após uma saída dos três do castelo, Lu Bu os traiu e tomou posse do castelo.

   Lu Bu estava numa situação complicada, ele estava ilhado e cercado de inimigos, a maioria nunca se rebelaria e o atacaria, mas o pior inimigo possível surgiu; Liu Bei foi implorar ajuda ao seu velho rival, Cao Cao, que estava feliz por essa humilhação real (+ou- em 195 Liu Bei descobriu que tinha um parentesco alto com o imperador e com isso ultrapassou sua moral e fama a partir daí). Cao Cao e Liu Bei com apoio de seus estrategistas Jiao Xu e Zhuge Liang começaram a raciocinar um meio para adentrar em Xia Pi (defesas fortíssimas), enquanto isso Lu Bu tentava impor alianças com Yuan Shu casando sua filha Lu Lingqi com o filho de Yuan Shu. 

   Não foi nem Zhuge Liang nem Jiao Xu os estrategistas a destruir os planos de Lu Bu, mas sim pai e filho Chen Gong e Cheng Deng, antigos estrategistas ainda leais a Liu Bei, eles passavam as informações do castelo para Liu e Cao Cao e dessa maneira interferiram no contato de Lu Bu e Yuan Shu, interceptando a carruagem da filha de Lu Bu. 

DIA D 


   Primeiro erro de Lu Bu: Um general estava bebendo feliz, aproveitando o momento junto a seu lorde (o Lu Bu), quando Lu Bu surtou e espancou e humilhou seu subordinado e por dias foi praticando injúrias e bebendo muito.  

O momento crucial 

   Primeiro os soldados aproveitaram a fragilidade de Lu Bu que estava dormindo e bêbado e o dominaram. Em pouco tempo conseguiu escapar só que ele não podia contar que o castelo havia sido inundado e uma abertura nos muros tinha sido feita. Sua veloz égua primeiro foi ilhada impossibilitando dele escapar com ela (depois ela foi capturada por um oficial que não teve o prazer de tê-la por muito tempo, ele cedeu ela a Guan Yu que a utilizou por mais de uma década). Assim, sem escapatória, Lu Bu foi capturado, chegou a implorar para Cao Cao o deixar vivo e trabalhar em conjunto, mas Liu Bei, Zhuge Liang e Jiao Xu descartaram a ideia, relembrando a infidelidade de Lu Bu. 

   Assim morreu o mais forte guerreiro desde Xian Yu (rei do estado de Chu do período dos estados em guerra +400 anos antes de Lu Bu. Xiang Yu morreu invicto suicidando-se após ver que seu inimigo era um antigo amigo que queria sua cabeça em troca de títulos e depois de perder seu amor Yu Meirem e de dar adeus ao seu cavalo favorito, além de ver suas tropas sendo esmagadas pelo inimigo). Xiang Yu E Yu Meiren inspiraram a ópera “adeus minha concubina”. Xiang yu morreu invicto aos 32 anos, lutava desde os 16. 

   Lu Bu nasceu em 156 e morreu em 198 (alguns dizem que ficou encarcerado até fevereiro de 199 quando foi executado).

escrito por Shino Aburame

O Oriente (Batalha de Anegawa)


Batalha de Anegawa, 1572. 


   Nobunaga Oda marcha com a companhia de Ieyasu Tokugawa a uma batalha entre cunhados. Nobunaga quando deu a mão de sua irmã Oichi a Nagamasa Azai, acreditava que o cunhado lhe deveria obrigações e quando ele requisitou que Nagamasa se voltasse contra Yoshigaki Asakura, seu grande aliado, o pedido foi negado veementemente por Nagamasa, o que dá inicio ao conflito. 

   A batalha se desenrolou por várias frentes de ataque, vários pontos de ação: *captura do castelo Inabayama por Nobunaga (suprimentos de azai Nagamasa e Asakura Yoshigaki) *ataque aos portões de Asakura Yoshigaki *ataque aos vários portões de Nagamasa *captura da base central por Ieyasu *captura do sistema de conversão fluvial, por Nagamasa (para mudar o curso do rio) *infiltração ao castelo onde estava Oichi, por Hideyoshi Toyotomi e o mosqueteiro Magoichi Saika e sua tropa de mosquetes. 

O desenrolar do conflito 

   Depois da larga vantagem na conquista dos objetivos acima pela facção oda-tokugawa e depois de Nagamasa perder um duelo com o general Katsuie Shibata, ele recuou e conseguiu salvar Oichi, pois Nobunaga a mataria sem remorsos porque ela escolheu o marido ao invés do irmão. 

   Nagamasa foi pedir ajuda a Asakura, mas quando no castelo aliado chegou ele descobriu que Yoshigaki já havia abandonado a batalha. Nagamasa conseguiu escapar e viver por mais um tempo. Conseguiu planejar e executar um contra-ataque a Nobunaga, mas teve seu fim no cerco ao castelo Odani, sua casa, mas isso é assunto pra outro post! 


escrito por Shino Aburame

O Oriente (Da ji)


Da ji


   Foi a concubina do rei Zhou da dinastia Zhou. Sua personalidade foi o que mais marcou em sua curta vida, ela era curiosa e sádica, certa vez leu que “um verdadeiro guerreiro tem 7 corações” e o que ela fez foi abrir o peito do melhor guerreiro. Outra vez, se encantou pela capacidade de um homem de andar sobre brasas, então pôs ele em cima de um cilindro com brasas ardentes embaixo e os pés dele ficaram pregados. Ela também fez diversos experimentos com pobres e animais. 

   Depois de manipular seu esposo até que ódio dos outros soberanos levassem o reino ao caos, ela, enfim, foi castigada por um homem chamado Jiang Zhya, conhecido como Taiwong Wang (esse aparece em wo2* pra frente e toma o lugar de Zhuge como seu arquirival). Ele com a ajuda de vários Lordes invadem o palácio; a julga ser possuída por uma kitsune (raposa youkai com caudas que aparecem uma a uma a cada cem anos) e então a exorcisa violentamente, matando-a. 

* wo2: Warriors Orochi 2 é um jogo eletrônico desenvolvido pela Omega Force e Koei para plataforma PlayStation 2, inicialmente.


escrito por Shino Aburame

O Oriente ( 1º - Gracia Hosokawa)

Dando inicio a um novo tipo de post (bem-vindo à 'miscelândia'). Começarei a postar história do Oriente pelos conhecimentos e visão de meu amigo Shino Aburame. Todos os textos foram escritos por ele eu só fiz editar...
Para começar o primeiro que ele fez:



Gracia Hosokawa


   Gracia Hosokawa, filha de Mitsuhide Akechi, casada com Tadaoki Hosokawa, oficial de Ieyasu Tokugawa. Quando seu pai Mitsuhide se rebelou contra Nobunaga Oda no incidente em Honoji, obrigando ao "rei demonio Nobunaga a praticar o sepukku" seu pai foi caçado por Hideyoshi Toyotomi e na batalha do mt Tennõ ele sucumbiu nas mãos de Toyotomi e Mitsunari Ishida.



   Ela tem um marco importante nesse período da historia, ela era cristã (por isso seu primeiro nome). Quando Ieyasu soube disto, mandou executa-la, e assim feito. Ela hoje é uma mártires do cristianismo.Ela aparece em sw2 xtreme legends* pra frente.

   Esse post é para teste, você tem interesse q eu te conte mais algumas curiosidades do Japão e china?**
* samurai warriors 2 xtreme legends: é um jogo da serie de jogos produzida pela omegaforce da koei
** comentário feito por Shino Abukame

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Alguem?


Quem vai chorar por mim?
Quem vai rastejar por mim?
Quem vai lembrar-se de mim?
Quem vai esperar por mim?
Quem me trará de volta?

Bad Religion




Honesto Adeus


Agora levante-se e desista, eu vou quebrar os seus dedos mais uma vez.
Suplique e sobreviva a esta transubstanciação,
E se torne bem malvado - eu quero saber o que isso significa.
(Você riu?) Você sabe que sim.
(Você chorou?) Eu não conseguia entender.
(Você viveu?) Sempre no limite.
(Você mentiu?) Causando um baita terror.
(Você amou?) Oh, para ser perdoado
(Você tentou?) mas isso não seria correto.
Deus, parece que esse é um honesto adeus.

Aquele garoto de bronze doente sonhando acordado-um convicto diabo 'bebê chorão'
Mãos tão limpas.
Uma simpática máquina de matar a sangue frio.
Como você ficou tão malvado?
Eu quero saber o que isso significa.
(Você riu?) Você sabe que sim.
(Você chorou?) Eu não conseguia entender.
(Você viveu?) Sempre no limite.
(Você mentiu?) Causando um baita terror.
(Você amou?) Oh, para ser perdoado
(Você tentou?) mas isso não seria correto.
Deus, parece que esse é um honesto adeus.




Nirvanaa



Fique Longe

Macaco vê macaco faz
(Não sei porque)
Prefiro estar morto que ser legal
(Não sei porque)
Todo verso termina em rima
(Não sei porque).
Menos é mais, amor é cego
(Não sei porque)

Fique, fique longe
Fique longe
Fique longe

Dê uma folga, sorria
(Não sei porque)
Merda de moda, estilo de moda
(Não sei porque).
Jogo fora e mantenho
(Não sei porque)
Tem de ter pele envenenada
(Não sei porque)

Fique, fique longe
Fique longe
Fique longe

Fique, fique longe
Fique longe
Fique longe

Macaco vê, macaco faz
(Eu não sei porque)
Prefiro estar morto a ser legal
(Eu não sei porque)
Todo verso termina em rima
(Eu não sei porque)
Menos é mais, amor é cego
(Eu não sei porque)

Fique, fique longe
Fique longe
Fique longe....

Deus é gay!

O Suicida E O Rapaz Feliz

Uma curta estória apresetada em um diálogo entre dois amigos, Abi e Bob. Abi recebe uma carta de Bob, Abi não tem muito tempo e depois de voltar do trabalho passa na casa de Bob.  Eles estão
no quarto e...

Bob: - Man, não estou com vontade de ir nesta sexta. Cara foi bom falar com você não tenho como descrever o prazer que senti, nunca me senti tão bem, mas coisas assim são raras e durão pouco e eu não quero passar uma vida com apenas segundos de felicidades. Depois deste sábado que será o ultimo dia que verei Angélica, estou planejando ir para a Praia, nadar e nadar até as ondas sumirem e mergulhar e mergulhar e acabar. Não sei se terei coragem, mas é uma solução, a única solução para minha angustia.

Abi: - Cara, você vai sexta! – uma cara séria - E é melhor aparecer lá mais cedo, umas 14 horas.

Bob: - É serio porra

Abi: - e você acha que eu não estou falando sério?

Bob: - a vontade vai e vem... Se tivesse veneno aqui em casa eu já tinha tomado. Sou deprimente me deixe Sequela (Abi).

Abi: - eu estou te falando rapaz, vá sexta está me escutando? Ow Adrianu tá me ouvinu?

Bob: - estou – Bob rir

Abi: - você tem que ir amanhã – rosto serio.

Bob: - vei, vô procurar um doutor.  ‘tô’ imaginando como será... – face seria

Abi: está doente?

Bob: - goodbye cruel world... Da cabeça, ontem eu fiz uma parada igual ao Pink do filme do Pink Floyd. Pink é maluco.

Abi: - Deixa eu ver o vídeo. Eu sou um péssimo, digamos... fã. O que ele faz? – um riso

Bob: - eu tenho o dvd, pera.. (http://www.youtube.com/watch?v=MkDtPDQ7XTc apartir dos 55 min) Organizei meus bagulhos do quarto na sala ai lembrei, ficou parecido, mas não estava quebrado. Isso foi às 4horas da manhã.

Abi: - lol, Eu sempre quero ajeitar umas coisas lá em casa, mas nunca ajeito. Puta preguiça do caralho.

Bob: - Fica depressivo com vontade de se matar ai você arruma. Minha mãe ficou feliz.

Abi cai em gargalhadas.

Abi: por que você tá ‘deprê’ velho?

Bob: - sei lá... Quer saber mesmo? Precisa ler muito – Um sorriso de canto

Abi: - se você estiver disposto. Por isso que eu queria que você fosse amanhã.

Bob: - Cara, hoje não sai do meu quarto, só fiz tocar violão... Só quero duas coisas: ver Angélica neste sábado e domingo ir à praia, mas... Quer mesmo?

Abi: - Queria conversar com você, se divertir e saber mais por que você tá com essa ‘deprê’, não sei se você estava falando sério daquela parada de se jogar no mar e tal.

Bob: - hehe, vei eu vou sexta porque você me deixa feliz.

Abi sorrir. Bob remexe em seus livros pega uma folha de papel e dá uma carta a Abi e Abi lê

Bob: - lê? Uma carta que talvez o faça entender, ainda não dei a ela.

Trechos da carta diziam: “Oi Angel,
Não sei exatamente porque levantei na madrugada...” “...Pensei em me matar, não por sua causa exatamente, antes de você eu já pensava. Queria um objetivo para minha vida, algo simples e de ‘significado’, não coisas fúteis, de valor criado pelo monstro que guia a sociedade, não uma ilusão. Talvez o sentido real de viver e infelizmente para mim o que eu almejava era impossível. Sem um sentido, só esperava sumir as poucas coisas que me dão prazer, para eu ir, mas eu conheci você.
Quando me apaixonei por você achei o porquê de continuar, queria lhe fazer feliz, queria ficar perto de você, só queria fazer com que soubesse que alguém quer seu bem e lhe admira o quanto merece...” “...Para conseguir isso teria que me sujeitar às coisas sem sentido, a sofrimentos desnecessários, teria que aceitar viver nesse mundo, mas tudo bem, por tanto que conseguisse o seu bem, o seu sorriso...”
“...Talvez você e os outros digam:- Ninguém é o centro do universo... Mas ninguém sabe além de você, onde isso atingiu. É inegável, visto pelas minhas propriedades, que estou ‘taxado’ a solidão e ao vazio...”
“...Digo por fim que não tenho intensão de deixar o mundo, porque não quero lhe causar outra perda; ainda quero que seja feliz, me manterei até que se esqueça de mim e enquanto isso, eu sigo em busca de um Sentido.”
...
Bob.

Abi: - pera...

Bob: - essa carta é para você entender minha...

Abi: - entender a sua... ‘deprê’?

Bob: - é

Abi: - dude

Bob: - dude é igual a legal?

Abi: - cara – pensa com um sorriso irônico.

Bob rir

Bob: - lá vem...

Abi: - você já falou com alguém sobre isso?

Bob: - não, só você e a angélica quando lê esse negocio. Nem ela, eu menti para ela dizendo que ia ficar 
bem, irei... Já que ainda n dei a carta então só você sabe.

Abi: - ou então você já deve ter pensado “ah existem outras garotas e tal”.

Bob fica serio e pergunta-se se ele leu a carta

Abi: - eu não sei completamente a história, não sei o que fez você se apaixonar por ela talvez beleza, existem várias garotas com a mesma beleza, talvez a personalidade, idem.

Bob: - não é essa a questão, não é só ela.

Abi: - é sobre a vida? Seu momento? Ou pressão do círculo dela?

Bob: - é sobre a vida... Por que devo aceitar meu sofrimento?  Por que devo fazer as coisas para alimentar um sistema que só me traz mal? Já esteva convencido de parar, antes de conhecer ela. Não, não é ela, ela só deu um motivo para aceitar, ela foi ‘os bons porques dos meus Por ques?’. Eu aceitaria essa desgraça de vida cheia de miséria para ficar feliz com ela, mas agora só preciso de um novo motivo, talvez o que chamem de sentido da vida, ou talvez só mais um motivo para aceitar meu sofrimento, aceitar tudo de cruel vazio e egoísta que me foi imposto sem nem me perguntarem se eu queria.

Abi: - vey, eu também ficava pensando sobre isso, talvez não tão a fundo o quanto você tenha ido

Bob: - é tudo uma merda.*

Abi: - eu pensava, por que as pessoas vivem essa vida supérflua? Ficar se amostrando em uma rede social, ser forçada a fazer coisas apenas por puro status.

Bob: - ou você vira o puta de um sínico ou morre**

Abi: - mas isso tudo se chama aceitação, elas são tão inseguras assim como eu e você, larguei disso e sei que o que me fazer feliz estará valendo não importa o que os outros pensem.

Bob: - não se trata dos q do q os outros dizem. O que me faz feliz é raro e tênue.

Abi: - eu entendo cara...

Bob: - tenho que ignorar a minha desgraça? A nossa desgraça?

Abi: existem tantas coisas no mundo. Que tipo de desgraça? A ganância de um ‘engravatadinho’? A ostentação de um playboyzinho? A fome de um mendigo?

Bob: - ter que acordar para fazer algo que te torne menos você... Perder alguém, suas vergonhas...

Abi: - perder alguém no sentido de morte ou de ela não querer mais te ver?

Bob: - Morte.

Abi: - o que você acha que te torna menos você?

Bob: - ter que estudar para fazer algo que não quero.

Abi: - e não há nada que você goste para estudar?

Bob: - claro que há

Abi: - então por que você não faz isso?

Bob: - estava pensando em fazer

Abi: e...

Bob: - olha um exemplo: você trabalha em seu emprego, constrói coisas que não te identifica, aquela coisa deixa seu patrão rico e gozando do que você queria ter, de noite você está com pessoas que não queria estar, ver coisas e ouve coisas que não quer ouvir, tipo na TV, depois vai encher a cara para esquecer tudo...

Uma voz: - Bob!

Bob o deixa só por alguns instantes...·.

Bob: - Era bobagem, voltando ao assunto. Sofremos e escondemos nossa dor com mentiras. Só quero fugir dessa realidade imunda, pessoas saem no fim de semana para um parque para se distraírem, deixar suas próprias calamidades, mas quando eu vou não esqueço minha condição. Pessoas bebem, não consigo beber e me torna quem não sou...

Abi: Cara, sobre o patrão...

Bob: - eu até me perdi... diga-me o quão sou estupido, não consigo deixar para lá como todos fazem, está 
além de mim fazer algo, não consigo aceitar que fracassarei na maior parte da minha vida.. Sou só mais um em um lugar de solidão onde ninguém enxerga ninguém, até mesmo eu!

Abi: - Cara está além de você fazer algo, "quebrar o sistema"?

Bob: - SOAD

Eles riem

Abi: - caralho vei, estou muito lerdo hoje... As pessoas podem ir pro parque para fugir por um momento da sua vida sua rotina, mas na verdade eles vão pro parque porque querem ir pro parque o seu problema, creio eu, é ser muito pessimista.

Bob: - ninguém vai pro parque só porque quer ir para o parque, vão porque querem sentir prazer... Isso é que queremos; o que motiva é o sentir prazer... Mas não sinto prazer se não deixar... Vou usar de você, se não deixar o meu pessimismo.

Abi: - então cara, se fazemos as coisas por prazer o que há demais nisso? O seu problema é que você não encontra prazer em nada?

Bob: isso... Não há prazer porque eu não consigo mais ignorar, incomoda não conseguir parar de pensar na minha condição saber que tudo continua na merda, que logo estarei naquela maldita fila de novo vejo as pessoas e penso em suas angustias, em sua estupidez que é inerente ao homem.

Abi: - por que estupidez? Por elas almejarem o prazer?

Bob: - não

Abi: - por ficar fazendo quadradinho de oito e outras bobagens?

Ambos riem

Bob: - sim... isso sim.

Abi: - olha, diga-me se entendi. Você não encontra o seu "prazer" por saber que sempre vai ficar na mesma situação?

Bob: - me vi em um paradoxo por um momento, são estupidas por não pensarem em sua condição, o eu sofro, por fechar os 
olhos e se deixar levar só por mais um momento de prazer, quando poderiam usufruir dele de maneira mais intensa se mudassem.

Abi: - cara, você não é feliz porque as pessoas são imbecis?

Bob: - não

Abi: - porque tipo, você já falou um monte de coisas

Bob: - ignorância e imbecilidade não resolve nada, te faz rir, mas não resolve. Falei coisas sem sentido?

Abi: - resolver o quê cara?

Bob: - “você já falou um monte de coisas” quer falar?...

Abi: - não, o problema é que começou o porquê de você estar ‘deprê’

Bob: - Calma chego lá. Resolver o que vemos no jornal todo dia...

Abi: - violência, ignorância?

Bob: - resolveria isso também... Amenizaria

Abi: - cara, ‘seriosamente’, não estou entendendo nada. Imbecilidade e ignorância amenizariam a violência e a ignorância que vemos no jornal?

Bob: - não. O fim da ignorância levaria a melhorar.

Abi: - o fim da ignorância ou traria o caos ou a paz. Eu acho que seria provável o caos

Bob: - O fim da 'ignorância' traria a paz, a estupidez fica para dar alegria. O que digo é quê. Não quero ter que assumir responsabilidades que me deram, só porque nasci, para viver nesse mundo tendo que engolir toda a crueldade e infortúnios que há nele. A única razão para aceitar isso é o sentir prazer, mas eu não sei onde encontrar esse prazer, na verdade sei, mas já perdi... O que aumenta e mantem o nosso infortúnio é esse sistema maldito que se sustenta nas costas de gente ignorante (em relação ao que ele é)

Abi: - Deixando o papo de ignorância de lado, porque estou mais preocupado com você. Você não está querendo engolir "o patrão que ganha mais que o empregado" "o vazio das pessoas" "as diferenças e tal" eu acho que você não deveria se importar ao ponto de não aproveitar a vida. Há formas de obter prazer. Tenho que falar que você só tem 16 anos, têm muita coisa pela frente você pode praticar um esporte, conversar com amigos, comer, aprender um instrumento, uma língua, uma teoria, discutir. Se você não sentir prazer em nada do que a vida te oferece acho que você deveria ir a um médico por que isso pode ser algum problema

Bob: - desculpe... Pela preocupação causada. Há coisas pela frente inclusive mais sofrimento, vergonha e fracassos.

Abi: - sofrimento só vai ser causado se você der espaço para que ocorra, vergonha se você se importar com isso e fracasso é preciso. não vejo problema nisso, tem vezes que ganhamos, vezes que perdemos e assim vivemos conhecemos, tiramos lições disso.

Bob: - realmente, mas não há como ser sempre frio, fracassos são necessários, mas não ajudam quando você esta mal ou não há vitória.

Abi: - então velho tudo isso é a vida;

Bob: - a porcaria da vida.

Abi: - você está rejeitando a vitória por causa de algumas feridas que você vai obter

Bob: sim

Abi: - cara, estou muito lerdo hoje

Bob: - lerdo como?

Abi: sei lá, você me afetou – Abi se vira e serra os braços – você pensou de mais e agora eu estou pensando em uma coisa e já estou pulando para outra aí atrasa o raciocínio se não focar.

Bob: - afetei? Não pense besteira igual a mim ou não sofra por mim. Falando em lerdo liga pro Rita ai

Abi: - falar o que pra ele?

Bob: - diz pra ele que ele é uma bicha.

Gargalhadas...

Abi: - você não vai querer ir amanhã não, né?

Bob: - eu quero...

Abi: - eu também quero delicia.

risos

Abi: - Zuera cara. Eu já vou, diga-me confrade se irás.

Bob: - ‘to deprê’ de novo... Vai embora não.

Abi: - ok então, quem sabe qualquer outro dia.

Bob: - Se minha covardia não falar mais alto, seria vergonhoso não fazer

Abi: - que covardia cara?

Bob: - não ter a coragem de me... Você sabe. Se disse que faria tenho que fazer ou sou mentiroso levado pela covardia.

Abi: - não é por que você não tem coragem, nem mentiroso, você apenas não quer e acabou aí.

Bob: - não

Abi: - até mais

Bob pensa: Até mais...

 '*' '**'South Park

Nada

O silêncio é meu melhor amigo, a solidão minha eterna companheira e a saudade minha maior dor...

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Uma canção Grunge


O sol está em pedaços,
Mas estou excitado.
Sendo eu mesmo me sentirei bem.

A noite está quente
O vento traz júbilos de amor,
mas sei se você for você mesmo ficará bem

Sinto-me para baixo;
Não vou conseguir.
Seja você mesmo e tudo ficará bem

Se você quer conquista-la
Se você quer ama-la
Então ser você mesmo e ficará bem.

Suspiro Na Noite


Raiva de mim eu sinto
Por seu nome não esquecer
Sem querer eu suspiro
Chamando por ti.
Na noite perco o sono
E poemas para ti
Ponho-me a escrever.
Lembro-me de tudo com felicidade no peito
Nada importa, de nada sei, nem quero saber.
Apenas sei que foi bom ficar com você.

Deitado em meu travesseiro
De inocente, e sem perceber.
Eis que meu coração diz:
-Foi bom amar você

Teu nome falei baixinho
E meio de sem querer
Mariana

Despertar II


Andei pesando em qual era o problema em nos momentos em que estamos com dificuldades dizer: deus irá me ajudar. No começo não conseguia ver, mas agora vejo. Eu pensava que aquela pessoa ia conseguir ter paciência se acalmar e resolver o tal problema, pode até acontecer, mas não é sempre assim, quando alguém diz isso ele está deixando de lado, tentando esquecer, mas aquilo continuará ali perturbando por mais que ele diga que passará ou que não liga, as consequências podem ser só de um ou de todos. Quando alguém ouve mais uma noticia sobre violência, por exemplo, é dito devemo-nos apegar a Deus, a pessoa que diz isso não está querendo saber o porquê deste fenômeno acontecer e se não soubermos porque acontece não se pode pensar em uma solução e logo a coisa continua... Quando é dito isso além de deixar o problema de lado, que continua a acontecer, se deixa a solução.

Despertar





Hoje li: "Acordei-me de um sonho e me deparei com um pesadelo, o grande pesadelo da realidade destruída pela miséria do pesar" (.http://vampirainsaciavel.blogspot.com.br/2013/04/acordei-me-de-um-sonho-e-me-deparei-com.html). Engraçado que pela manhã, antes de lê isso, eu pensei ao acordar 'Saindo de um sonho para viver um pesadelo'. Resolvi escrever sobre aquele pensamento e saiu isso aqui...

Mais um dia... Saindo de um sonho para viver em um pesadelo.
Escuto o rádio, a tv e as pessoas. Todos falam de nossa desgraça, de quanto sofremos e o quanto deixamos coisas absurdas acontecerem, as pessoas dizem que devemo-nos apegar a Deus para acabar com nossas mazelas, os políticos gritam que eles trarão a solução, mas a verdade é que a maior parte de nós não vê o real motivo de nossa miséria, nada dessas coisas são a solução, elas nos faz aceitar e deixar tudo ficar como está ou piorar. O que resolverá ou diminuirá nosso infortúnio é está consciente de onde ele vem e ele vem de nós mesmo; se continuarmos na ignorância nada irá mudar. As coisas só vão melhorar quando a mudança começar em nós e o primeiro passo é largar a nossa estupidez, a nossas ilusões, novamente, a nossa ignorância.

Slayer

Música da Slayer. Muito foda, boa letra e bom som

Disciple

Zumbidos desde a aurora do tempo
Compelidos a viverem suas vidas protegidas
Jamais teve alguem que pudesse alguma vez ter visto
Como um despertar de pura hipocrisia
Eu instigarei, eu libertarei sua mente
Mostrarei a você o que eu já sabia durante todo esse tempo

Deus odeia todos nós, deus odeia todos nós
Você sabe que é verdade, deus odeia esse lugar
Você sabe que é verdade, deus odeia essa raça

Homicídio - suicídio
O ódio cura, você poderá tentar isso uma vez
Aspirar pela paz com atos de guerra
A beleza da morte nós adoramos
Não tenho nenhuma fé me distraindo
Eu sei porque suas orações nunca serão atendidas
Deus odeia todos nós, deus odeia todos nós
Porra, ele me odeia

Pessimismo, terrorista mirando o próximo marco
Caos global alimentando a histeria
Corte a garganta, corte seu pulso, atire em você pelas costas, uma caça legal
Abuso de drogas, auto abuso procurando o alvo
Soa como se o inferno estivesse se espalhando por todo os cantos
Eu estou esperando pelo dia em que o mundo inteiro morra

Eu nunca disse que queria ser um discípulo de deus!
Nunca serei aquele que irá segui-lo cegamente

O homem fez o vírus que infecta o mundo
Bomba relógio humana de auto-destruição
O que aconteceria se não existisse nenhum deus você pensaria a mesma merda?
Perdendo sua vida em um lapso de fé cega
Levante a cabeça, você não pode ignorar o que eu digo
Eu tenho minha própria filosofia

Odeio todos igualmente
Você não tem como me impedir disso
Sem segregação - separação
Só eu, em meu mundo de inimigos

Eu nunca disse que queria ser um discípulo de deus!
Nunca serei aquele que irá segui-lo cegamente
Nunca serei aquele que irá carrgar a cruz - discípulo

Eu rejeito essa porra de raça
Eu desprezo essa merda de lugar




RHCP


quarta-feira, 17 de abril de 2013

Duvida

Ela: - Fofo, você é um amor, coisa linda, fode comigo? Minha vida, eu te amo sabia? Você me faz sentir especial, te quero, quero ficar com você.

Um beijo, outros beijos, tempo, beijos.

Eu: - Mariana namora comigo?

Ela: - Não, mas podemos ser amigo. Não mude comigo bê, te amo.

Eu: - Alguém pode me explicar

Cérebro: - Pessoas mentem e por vários motivos o dela deve ser... Alimente meu ego e minha vaidade seu otário.

Viva à lógica de Deus II


Esse foi um belo dia com uma Testemunha de Jeová. Antes de ler responda, Deus sabe de tudo que aconteceu, acontece e acontecerá?

Inquisidor: - Se você lesse a bíblia saberia o porquê de Deus não se apresentar a você.

Eu: - Sei, vem aquela estória de Adão e Eva.

Inquisidor: - Sim Satanás é o culpado de tudo, Deus foi desafiado pelo Diabo e para provar que ele estava errado permitiu que isso acontecesse, mas Deus te ama e lhe ofereceu uma salvação, o sacrifício de Jesus.
Eu: - Calma vamos por partes. Deus criou tudo e por ultimo Adão e Eva certo?

Inquisidor: - Sim, isso todo mundo sabe.

Eu: - Depois de criados foram deixados lá com uma ordem: a de que não fizessem algo que prejudicaria toda a sua descendência e aos cuidados de uma adorável babá, sabe disso?

Inquisidor: - Claro que sei! Era a árvore e a “babá” Lúcifer, e daí? Aonde quer chegar? Já me deixou nervoso.

Eu: - Calma, só quero dizer que se Deus sabia o que ia acontecer, por que ele deixou Lúcifer de vigia e uma árvore maldita? Era a intensão dele que tudo isso acontecesse, certo?

Inquisidor: - Você não tem o direito de dizer se Deus está certo, ele sabe o que faz o que é melhor para o mundo, você não passa de um mortal, se ele quis nos testar e dai?

Eu: - Tudo bem, eu nem questionei o Seu direito, mas não vejo porque de dizer que esse Deus é amor, que ele cuida de nós depois de permitir nossa própria desgraça. O melhor para o mundo é que ele apareça e acabe com toda a má sorte que Ele indiretamente provocou que pare as tolas brigas religiosas... Independente de saber se o capeta ia fu*** tudo ou não, um mundo melhor seria um mundo onde deus é vivo.

Inquisidor: - Você é só uma criança, ainda tem muito que aprender precisa tirar essa filosofia dos homens de sua cabeça. – Pensei... Apaguei o que disse.

Eu: - Semana passada você não disse que Deus não pode testar e nem ser testado? Pode me explicar novamente...

Inquisidor: - Talvez Deus não seja onisciente.