quarta-feira, 17 de abril de 2013

O Desabafo de Um Ateu Desolado


Logo não haverá um Eu para venerá-La, talvez Eu esteja cuspindo minhas ultimas palavras, talvez Eu esteja apenas sendo dramático, mas só Eu sei o quanto a Minha dor é real e o quanto dói, dói e dói... Ignorar não funciona mais, viver sem expectativas não dá; não parar de pensar em Você não Me ajuda... Viver é estar entregue a ironia, O Que me deu animo em viver agora aumenta Minha mágoa, a Minha desilusão... Isto é só o desabafo de um ateu, um antissocial, que balança a sua cabeça em um sinal de não mostrando ao mundo a sua desolação. Em resumo: este blog, estes textos, são O Desabafo de Um Ateu Desolado.