terça-feira, 16 de abril de 2013

Ódio a uma nação cristã


Mostrar sua opinião tudo bem. Isso é ótimo, é um dos passos para chegarmos à verdade, gerar conhecimento e melhorar como pessoas, mas querer apenas impor suas convicções é diferente. Geralmente quando um cristão mostra ser contra o homossexualismo ele não está ali para pararmos para analisar se o fenômeno é errado como é proposto por ele, quando vem a opinião do cidadão ela vem apenas regada de preconceito, ele não está disposto a debate, não quer refletir sobre o suas convicções quer apenas impor e quando vê suas ideias contestadas e percebi o quando é tolo e absurdo o que diz cria uma máscara para continuar acreditando que esta com a verdade, essa mascara diz: estou sendo atacado por causa da minha fé; não posso expor meu ponto de vista, claro que pode expor seu ponto de vista, mas não espere que seja aceito, quando sua ideia é defendida pelo argumento de que um homem a anos atrás disse que era errado, e se diz que deus o inspirou a dizer isso fica pior ainda; Se é tão importante cadê Deus para defender o que diz? Por que ele não vem defender os ‘princípios’? Ah sim! Lembrei ele acha que seria muito fácil, iria atrapalhar o joguinho, que ele faz com tanto amor, com as nossas vidas.

Digo aos fieis, façam isto com honestidade: escutem, opinem, escutem, pense, reflita, e assim chegará a ‘verdade’ ou no mínimo iram parar de causar sofrimentos desnecessários a vocês e a outros.

A religião me tirou um amor, a religião cria assassinos, a religião cria vocês, vocês que não devem saber o quando alguém pode sofrer por ter que negar quem é ou por se ver desamparado pelo estado ou por ser discriminado, a religião cria gente estúpida porque só com gente estúpida ela pode se manter.