terça-feira, 23 de julho de 2013

A Trindade do Ódio (Traição)

Traição

A Trindade do Ódio


   Não odeio ninguém, mas já odiei e passou. Essas três condutas são as coisas que conseguem ou um dia conseguiu despertar esse demônio perigoso chamado ódio. A traição ocorrera duas vezes. Em uma, por um primo e em outra por alguém que aparentemente fingiu me amar e eu me iludi, agora parece que não era mentira. Enfim...

   A TRAIÇÃO : Trair é enganar, agir contra o que alguém espera, iludir. Trair se aplica a promessas não cumpridas, essa pode não causa tanta dor. Desrespeitar regras, o que seria quebrar uma promessa. A traição é um ato essencialmente desonesto e inaceitável.

   Quando se fala em traição a primeira coisa que provavelmente passa pela cabeça é em relacionamentos amorosos, mas ela está e todo tipo de interação social que se aplique aos homens. Entre marido e mulher, pai e filho, parentes e parentes, reis e súditos, políticos e eleitores, vendedor e consumidor, enfim, em qualquer lugar que envolva a confiança e olhar de uma pessoa a outra.

   A traição deve causar tanta angustia porque ela acerta o nosso ego. É humilhante, é uma formar de fracassar, de errar com algo que não podia falhar, como ir desativar uma bomba no shopping e cortar o fio errado. A humilhação de uma traição deve ser o que desperta-me tanta raiva, ver-se fracassado, vulnerável e motivo de piada a outros, e no fim perder um mundinho de prazer. É algo que traz muito desconforto e ainda a tristeza a depender do caso.

   O que leva um ser a trair envolve os seus desejos ou o imprevisto (considerando que quebrar uma promessa seja traição). O tipo que traz maior angustia é a cometida por um desejo, a traição em um relacionamento amoroso.

   Ela é presente entre os parentes, e pior, entre pai e filho. Geralmente entre pais e filhos a traição surge da parte do filho quando descumpre uma promessa e faz algo que não deveria fazer segundo os pais, mas ela também é presente quando os pais negligenciam a criação dos filhos. Essas podem ser mais fácies de resolver e magoar menos, mas há uma lista enorme do que pode acontecer entre parentes e amigos.

   A traição em um relacionamento amoroso causa muita dor em um ou nos dois (o traído e o infiel). Essa é bem fácil de saber porque acontece, ou pelo menos dizem, que da parte do homem basta que a fêmea seja atraente e para mulher que o seu parceiro faça uma besteira, mas digo que o contrário também acontece. Essa (a traição em um namoro) é bem comum e é como um grande fantasma para mim. Pior é que parece que ela sempre ocorre, afinal é um desejo extintivo, fazer sexo, porém meu repudio a traição talvez me faça ter controle, mas só de imagina-la meu coração se enche de tristeza. Além da evidente humilhação, o futuro dos genes entram em jogo, posso acabar criando o filho de um outro e minha descendência deixar de existir, o único pedaço de um ser que permanece para sempre, até o meteoro chegar, os seus genes. É possível resistir aos impulsos basta ter auto controle.

   Mas há um tipo de traição que em alguns casos pode ser tolerada e no máximo causa um desconforto ou mais trabalho na empresa, por fim, ela seria o ato de descumprir uma promessa e por consequência acabar por mentir. Estamos a dispor do imprevisto, é mentir dizer que vai em um lugar às 15 horas e porque ficou preso no transito não poderá mais ver Maria às 15, isso é uma forma de trair porque não conseguiu chegar quando disse que iria chegar, mas pode ser facilmente justificada e aceita pela outra pessoa. Ainda nesse nível há o bandido, o fora da lei, que resolve não seguir às regras, descumpriu a promessa de seguir a lei para viver em sociedade.

   Trair também pode causar problemas para mais de uma pessoa. Se um responsável por algo que favoreça a um grupo, como por exemplo um prefeito, for desonesto, isso poderia piorar ou tornar a vida de muitos em uma situação insuportável. Se um político não fornece o saneamento básico, o hospital prometido, a praça, ou qualquer outra coisa dita na propaganda, ele acaba por trair seu povo e dessa vez a sua mentira foi um alto preço.

   A traição geralmente aparece como um ato para um prazer que talvez não dure, por exemplo, o sexo fora do casamento ou a festa que meus pais não queriam que eu fosse, ou então para um benefício próprio como o dinheiro da saúde desviado. Em quase todos os casos há uma falta de responsabilidade com o cargo ou pessoa que prometemos ser fiel e cuidar. O único que foge à regra é a mentira por imprevisto. De qualquer formar para evita-la é lutar contra os impulsos e fazer o seu melhor ao que deve-se responsabilidade.

   A Traição pode levar a um outro sentimento, o de injustiçado.