segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Ciúmes

Não sinto ciúmes, e como consequência inveja (isso não é bom, depois digo o porquê). Muita gente dúvida disso até me conhecer, claro. Na verdade não conhecia esse sentimento por experimentação até o ano passado quando conheci uma garota com a qual me relacionei, daí então ela me deu motivos para isso. Talvez ela tenha agido daquela forma por inocência, tem gente que riria ¬¬ , talvez por vaidade, talvez por ainda não ser tão sério e ela não ligar para o que eu sentia, mas enfim. Fui atacado por um coisa, sentia raiva pelo que não sabia se tinha acontecido, montava coisas em minha cabeça, me sentia muito mal. E então deduzi que era o tal ciúmes.

Levou muito tempo, mas a pouco essa coisa voltou, e pior. Pesquisei um pouco sobre, se chama ciúme patológico. Você fica louco por uma mínima coisa não explicada, você fantasia talvez absurdos, que podem ou não ter acontecido, tem vontade de invadir a privacidade do outro, de vigia-lo como louco.

Sua paranoia sendo verdadeira ou não, não ajuda em nada. Ela cria algumas coisas indesejáveis, coisas que evitei por procurar saber o que era isso e como parar. São essas coisas: Brigas bobas com quem gosta, o que consome a vontade de estar perto ou magoa sentimentos, perda de tempo, procurando apurar sua paranoia e outros males. No fim, consome o relacionamento, eu acho rsrs.

Optei por deixar à paranoia, mesmo que seja verdade. O que ela faz é tirar o tempo que poderia estar feliz, e não quero que nada atrapalhe meu relacionamento. O que fiz foi pesquisar sobre ciúmes, é até bem interessante, e as opções para o tipo de ciúmes que falo é buscar ajuda para trabalhar a autoconfiança (apesar de ser pessimista não creio que seja meu problema, se não o ciúme seria mais intenso, mais presente), agir com a pessoa que causa o problema na origem da desconfiança e ocupar o tempo perdido com a fantasia (tocar o foda-se), e isso que fiz, obtendo êxito.

Não vale a pena se corroer em ciúmes. Se for verdade você ficará infeliz, se for apenas imaginação corre o risco de acabar com o que tem e ficar infeliz. O melhor é não alimentar algo assim e aproveitar os bons momentos, até porque, é muito difícil esconder algo para sempre de alguém, mesmo que o outro não queira saber.