segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Consciência


Esse foi um sonho que tive que falava sobre a consciência...

Por uma fresta e às de um ângulo que parecia de uma câmera de segurança, via em uma sala, que parecia e era um laboratório, um chimpanzé sentado em uma cadeira com uns aparelhos em sua cabeça e atrás dele uma cadeira no sentido oposto com um braço mecânico no lado direito.

Um cara de branco entrava na sala e às vezes dizia algo, mas não vou falar dele.

Já era possível passar a consciência para uma máquina e nesse experimento iriam "compartilha a consciência" ou “expandir a consciência” do chimpanzé. A colocariam no braço. Ligaram uma máquina e a coisa começou, a consciência do macaco "estava no braço mecânico". Na verdade, era como se fosse o braço dele, não mais um braço, mas seu próprio braço direito. Porém ao mexer o seu braço de chimpanzé para pegar uma banana o braço mecânico não se mexeu.

O esperado não havia acontecido. O braço mecânico deveria ter mexido também e da mesma forma. Então, partiram para o segundo teste.

Agora era com um olho artificial no lugar do braço. Ele se parecia com aqueles óculos de visão noturna. O chimpanzé sempre gritava quando via uma luz azul. Com a máquina ainda desligada, acenderam uma luz azul na frente do primata, que fez barulho. Depois acenderam a luz atrás do macaco, para onde o olho artificial apontava e o macaco não reagiu a luz. De terceira ligaram a máquina de expandir consciência e o olho, era como se fosse dele ou o dele. Acenderam uma luz azul onde só o olho artificial podia ver e o macaco gritou.

No sonho mesmo um dos caras de branco deu a conclusão do experimento. Concluíram que não era a nossa consciência que determinava diretamente as nossas ações, havia algo responsável pelas ações além disso chamamos de eu, porém não sabiam como esse algo interagia com a consciência e segundo, a consciência sofre estímulos do ambiente, ela se cria e recria interagindo com ele e dessa forma talvez até mude o comportamento desse algo.

Fique claro que isso não tem fundamento cientifico, provavelmente, e não é minha opinião, foi apenas um sonho interessante.