terça-feira, 17 de dezembro de 2013

IV - Despertar


CONTINUAÇÃO


Arthur devemos partir – Disse Bianca.
- Conhece algum lugar seguro?
- Não existe lugares seguros, talvez nem mais Teby esteja de pé. Uma guerra estar para começar.
- O que é Teby?
- Uma fortaleza conhecida em todos os Universos. Uma cidade cosmopolita extremamente pacífica e casa do povo mais notável que já existiu. Por Jary, não aprendeu nada com os seus sonhos?


“Lembro de ver uma fortaleza, e essa garota estava lá...
- O que faz aqui, guerreiro?
- Apenas contemplando a paisagem, os lindos muros da fortaleza Armmer. E você? O que faz fora da estrada?
- Contemplava a paisagem regando a grama aos seus pés com as suas lágrimas?
- Belo! Belo e verdadeiro como a solidão e a magoa que derruba o meu coração.
- O que atinge a glória de quem derrota dragões? Quem esmaece o ego daquele que tem uma estátua sua lá no centro de Teby? Como derrubar o sábio que aconselha o rei?”


Bianca: - Ei! Acorde! Vamos logo, vem mais dele e não quero me desgastar.
Arthur: - Para onde vamos? Tenho que ir para casa, preciso ver meus parentes.
Alice: - E eu meu namorado.
Bianca: - Não temos tempo, logo isso aqui será um inferno e não terei força para lutar. Esses seres não são nada para os que viram. Querem viver? Venham comigo.

Perdão a essa garota, mas se encaixa perfeitamente.. rs