domingo, 6 de abril de 2014

ARTHIUS - ENTROPIA MULTIVERSAL (XIX)

Sei que ficaram meio surpresos com o último capítulo (HU3HU3HU3). Imprevisível demais, não? Enfim, ao que interessa.


CAPÍTULO XIX – AS ASAS DO VIGÁRIO



- Podemos começar?
- Como quiser.

Os esforços das garotas eram inúteis. O inimigo desconhecido parecia prever qualquer movimento, tornando a situação deveras frustrante.

- O que faremos, irmã? Esse maldito é casca grossa. Deveríamos solicitar ajuda.
- Um Overlord nunca pede reforço pois ele é o próprio! Saoru tinha seu orgulho de espadachim.
- Vocês realmente não são de nada. Todos de Arthius resumem-se a fracotes?

Shadow espancou-as sem misericórdia. Depois da luta ele voou em direção ao reino, deixando as derrotadas afogadas em uma grande poça de sangue.

- Orochi, já estou em posição. Suas ordens?
- Mostrei o relatório ao mestre. Ele deseja convocar todos imediatamente, portanto venha ao meu encontro.

Mais tarde os Darklords debatiam:
- Vamos direto aos fatos: nosso potencial bélico ainda não encontra-se em sua máxima capacidade.
- Não atacaremos? A fortaleza deles é débil.
- Pois vamos enfraquecê-la até implorarem por piedade antes do golpe final. Orochi?
- Sim, Majestade?
- Quero que destrua os Overlords, um de cada vez. Leve o Shadow e a sacerdotisa contigo. Onde ela está?
- Tentei estabelecer contato mas não consegui. Certamente ocupada em seus exóticos rituais. Então, por quem começo?
- As guerreiras de Naturia são perigosas, principalmente a rainha... Sabes como proceder.
- Entendido. Considere feito.

Ice seguiu os rastros de energia remanescentes do confronto em Shadowgard, encontrando as irmãs num agonizante estado.

- Blossom, fique aqui e cuide delas. Eu e a Asuka perseguiremos o inimigo.
- Sim, conte comigo!
- Acho que não será necessário...
- Olá, traidor. Será um prazer colocar sua cabeça na minha prateleira.
- Sei como és perigosa. Terei de usar meu às na manga.

O Etherium do Nephilim sincronizava perfeitamente com a criatura maligna.

- Entendo. Uma relíquia sombria...
- Excelente observação, rainha. Fiz o selo de invocação, tendo assim direito de absorver todo a energia do Shadow e usá-lo a bel-prazer. E pensar que adquiri tamanha onipotência graças a um garoto arrogante... Deveras paradoxal, não?
- Poupe-nos de tuas asneiras, desgraçado!

Enquanto Ice combatia severamente seu oponente Asuka tentava contornar a difícil situação. Uma luta entre mestres do Etherium era de uma magnitude colossal. O “frenesi” do cenário acabou varrendo as irmãs feridas para o abismo, sendo que as aprendizes de Ice pularam na escuridão com o intuito de salvá-las.

- Agora somos só nós. Achas que pode deter-me apenas com o auxílio de uma velharia invocada? Ensinar-lhe-ei o significado do verdadeiro poder. Testemunhe a décima aura!

Toda a região densa foi castigada por uma enorme onda glacial. O frio intenso distorceu as propriedades do local, transformando topograficamente o mesmo em algo irreconchecível.

Orochi conseguiu fugir, mesmo que ferido. A Elemental permaneceu no lugar, esperando notícias das garotas. Quando as esperanças pareciam extintas ela é surpreendida por uma esfera de Etherium puro, trazendo o pessoal que caíra no abismo em segurança.

- Isso é uma técnica de manipulação. Alguém as trouxe, mas quem?

A misteriosa forma geométrica levantou voo rapidamente antes que mais indagações fossem feitas. Um vulto do possível responsável desapareceu subitamente, intrigando a todos.

- Impossível! Seria...

O derrotado recuperava-se numa parte mais remota de Shadowgard, quando uma visita inesperada bateu-lhe a porta:
- Temos muito o que conversar, Orochi.

_______________________________________________________________________
Esfera misteriosa? Quem salvou as garotas? E sobre a tal visita?