domingo, 6 de abril de 2014

ARTHIUS - ENTROPIA MULTIVERSAL (XXV)

Eis que mais um capítulo surge. Se descrever uma luta isolada já é complicado, imagina o que vem por aí... rs


CAPÍTULO XXV – FORÇA E ESTRATÉGIA



Repentinamente os céus foram consumidos pela escuridão. Milhões de criaturas tomaram o horizonte: Storns, errantes corrompidos, samurais demoníacos, ninjas, sacerdotes e afins.

- Lilith, conceda-me todo seu poder.
- Mesmo quando estava confinada naquele abismo sabia que tal dia chegaria. Pode contar comigo!

Os Guardiões já se encontravam em suas respectivas formações. Os soldados constituíam a linha de frente, auxiliados por alguns Elites. A segunda onda, exclusivamente defensiva, reunia a maioria dos Overlords.

A concentração reinava absoluta. As legiões se encaravam, à espera do movimento adversário. Eis que os membros do setor inimigo erguem suas espadas, ordenando o avanço das tropas. Uma densa tempestade assolou o local, dificultando severamente a visibilidade.
O batalhão de especialistas cooperava diretamente com a divisão frontal, visando abalar a moral das forças opostas.

- Podem cair dentro, mocinhas!

Heavy lutava ferozmente. Suas investidas entre o exército sombrio atrapalhava em demasia as estratégias dos fiéis a Ashtar.

- E aí cara, matando muitos?
- Esse cotocos não são de nada, Maori!
- Preciso de um pequeno favor... Um plano subitamente surgira na consciência do jovem.
- Prossiga.
- Atraia o máximo deles até o extremo oeste.
- O que tens em mente?
- Logo verás, meu caro.

O Arcano fizera como combinado. Eu já espreitava-me, aguardando a oportunidade de ouro. Barulhos anunciavam a chegada dos inimigos:

- Ashtar não nos informou acerca de uma região desértica aqui. Certamente é uma armadilha!
- Acho que é um pouco tarde para conclusões. Maori surpreende as tropas.
- Ele está sozinho, não terá chance alguma! Atacar!!!


Os milhares que partiram contra Maori começaram a afundar no solo misterioso:

- Mas que droga é essa?
- A exacerbada tolice dos senhores será o passaporte direto à morte. Aceite o abraço das areias!
- Como? Somos superiores em número!
- Quantidade é irrelevante se todos não passarem de escória... Tenham uma boa morte.

Um grande redemoinho soterrou os invasores, guiando-os ao subterrâneo.

- Onde aprendeu isso? Perguntou Heavy, curioso.
- Na minha pequena visita à Irinnen. A cidade de Hallstar guarda uns segredos interessantes. Chamam tal técnica de “Arijigoku”.
- HAHA! Somos uma dupla foda! Heavy sorriu.
- Que seja. Darei suporte às outras unidades. Cuide-se!
- Certo. Continuarei esmagando o progresso daqueles malditos.
- Conto contigo nisso!

As irmãs espadachins aniquilavam o exército oposto ao leste:

- Algo a reportar, senhoritas?
- Tudo bem por aqui. Verifique a situação dos nossos aliados.
- Como quiser, mestra.

Maori foi ao norte, encontrando soldados caídos no que parecia um imenso oceano de rosas negras.

- Mantenha sua atenção redobrada, garoto! Ice exclamou!
- Qual o significado disso? O que houve?
- Analisando tua composição suponho que seja o Maori. Orochi falou-me umas coisas sobre ti... Uma voz ecoou pelo lugar.
- Apareça! Até quando pretende se esconder?

_______________________________________________________________________
Quem será a presença misteriosa? Aguardem o próximo capítulo!