sexta-feira, 25 de abril de 2014

ARTHIUS - ENTROPIA MULTIVERSAL (XXVIII)

CAPÍTULO XXVIII – DESPERTAR




O sangue escorria enquanto o tempo parecia estático. Maori era alvo certo, mas alguém o protegera:
- Asuka... Por quê?

A guerreira desabou ao chão. O jovem híbrido a acolhe em seus braços:
- Vamos, reaja!
- Lembra que eu tinha algo para te contar? Asuka falava com dificuldade.
- Não se esforce muito. Deixemos isto de lado por enquanto.
- Talvez não haverá outra oportunidade então falarei...

A ruiva tombou inconsciente após sussurrar algumas palavras. Maori a abraçou como uma despedida. Esthern demonstrava indiferença ao presenciar a situação de sua própria filha:

- Ela morreu! O que faremos? Disse Blossom, claramente assustada.
- Ainda temos chance. Leve-a até a unidade do Rest, imediatamente!
- Não posso deixar você sozinho!
- Não se preocupe, tudo ficará bem. Apenas vá... O tom na voz de Maori mudou drasticamente.

Blossom confiou o destino daquele embate ao seu companheiro Elite e partiu, buscando a salvação de sua amiga.

Heavy quebrou as defesas inimigas, alcançando o campo principal. Núcleos de energia despertaram o interesse do arcano:
- O que são essas coisas? A leitura difere totalmente de tudo que já vi.
- Tolo, morra!
- Hã? Quem dis...

Antes mesmo de terminar a fala uma imensa explosão abalou o local. Uma das armadilhas de Illyasvel.

Maori estava concentrado, não obstante a esmagadora desvantagem.

- Enfim sós, vadia!
- Menos papo e mais ação, por favor.
- Seu desejo é uma ordem!

Aquela surpreendente velocidade permitiu ao jovem Guardião pegar sua adversária com a guarda baixa:

- Impossível! Desgraçado, como ousa me ferir o rosto?
- Não faço o tipo exibicionista. Agora que estamos sozinhos posso liberar todo meu poder. Achas que derrotei Orochi por pura sorte? Curve-se implorando pela minha piedade e talvez eu poupe sua vida! Proferiu Maori, com um olhar gélido.
- MALDITO!!!

Esthern, tomada pela raiva, investiu de forma aleatória e irracional. Maori detinha o controle do cenário:
- Consegui copiar suas técnicas graças à interrupção da Asuka. Deveria ter me matado enquanto possuía alguma chance. Maori riu sadicamente.
- É mesmo? Que pena! Arthius cairá perante nossa arma suprema!

As tropas adversárias começaram a recuar aos moentes, atitude deveras suspeita.

- Illyasvel terminou os preparativos. A vitória já é garantida! Disse Esthern, desaparecendo subitamente.
- Cedo ou tarde cairás... Até lá permito-te viver com a marca da sua derrota cravada em sua face.

O estranho comportamento das forças opostas logo intrigou os regimentos aliados.

- Qual o significado disto?
- Ei, olhem para o céu!

Uma distorção no espaço criou uma rachadura, revelando um majestoso portal. Um indescritível nível de energia era liberada, impossibilitando qualquer tipo de análise.

- Finalmente é chegada a hora! Esperei tanto por isto! Testemunhem a destruição absoluta! Illyasvel saiu daquela passagem carregando uma orbe misteriosa.

O brilho daquele artefato ofuscava em demasia. Vangladius de alguma forma conhecia tal relíquia:
- É o nosso fim...

_______________________________________________________________
Arthius sucumbirá ao poder desconhecido? O que farão os Guardiões?