quarta-feira, 11 de junho de 2014

Pela 5º vez! Warface!

Eu tenho uma dúvida sobre sonhos: Eles podem ter enredo? Enfim já é o meu segundo, apesar das coisas estranhas.

Estávamos, eu e minha família, em um ônibus e com eles fazendo a maior festa (como fariam na vida real) só que o lugar era meio incomum para mim, pois só havia gelo, geleira, céu sempre cinza e umas lagoas bem azuis (senão me engano, vi isso no M.A.R.S. hoje). Bom... O ônibus seguiu viagem até sumir da minha vista, mesmo assim comigo dentro dele (Lembro vagamente de estar como sempre fico nessas situações: quieto, olhando para fora deitado nas mãos). Logo após aparece um quarteto de crianças pedalando por esse gelo e querendo ir salvar alguém, eram o Cartman, Stan e Butters (sim South Park! Ué? E o Kyle, claro) bom eu era o quarto garoto. Eles falavam muito, na verdade o Cartman enchendo o Butters e falando mal do garoto, ou pessoa, que seria resgatado, depois o Cartman ficou mostrando a bunda para mim e me enchendo ai comecei a falar fica quieto seu Gordão e coisas do tipo. Eu não consigo lembrar das falas.

Nós acabamos em uma caverna e estávamos jogando cartas só que não era mais em primeira pessoa, eu via o Stan, o Cartman e o Kyle jogando enquanto o Butters ficava quieto, acho que preso. O Butters tentava chamar nossa atenção, mas ficávamos mandando ele parar de encher e com isso ele fazia aquela cara triste (tudo como no desenho). 

Disse nós porque acho que eu era o Kyle, me sentia como ele mesmo em terceira pessoa. Apesar de não gostar do Kyle e Lisa, eu creio que seriam os personagens que diriam se parecer comigo.

Não lembro muito bem como ocorreu a transição, mas deixei de ver os fdps de um desenho escroto (s2) e agora estava eu realmente, usando uma roupa bem conhecida por mim, e dois primos meus e uma garota. Meu primo mais gordo (quem sabe o Cartman porque às vezes até o chamo assim e não só por ser gordo) estava entocado na caverna enquanto a situação que descreverei ocorria. O outro estava só de short como é de praxe e a garota era uma morena que não recordo quem é. Eu e roupa bem conhecida: Era o uniforme de médico padrão do jogo Warface. O médico é classe que mais uso e melhor jogo no coop, sou muito bom com ele; e uso engenheiro em pvps porque sou foda com bombas (sqn). O de short e a garota estavam comigo do lado de fora quando começaram a atirar em nós. Uns caras entravam por uma porta enorme de madeira, eram cqbs (personagem do jogo com doze, os médicos do outro time). Ao invés de puxar uma doze, eu estava com uma MP5 e sentei o dedo junto com os outros 2 nos cqbs que morreram todos, depois comecei a curar, mas um deles morreu, eu ressuscitei (como no jogo) e ficaram perdendo vida e eu sempre curando até que a menina morreu e não consegui ressuscitar. Nem liguei para a morte dela, mas o de short sentiu e chorou e saiu de lá. Eu reparei que eram vários snipers atirando entre a porta. Já que podia me curar, dei um jeito, entrei e matei eles. 

Depois de ter cruzado a porta, eu dei de cara com uma sala esquisita demais para descrever e demasiadamente larga para ser real. Nela havia um colega meu de um curso que fiz. Esse tal colega ficou surpreso ao me ver, aparentemente eu havia desaparecido, e deve ter falado sobre minha mãe.. não lembro bem as falas são as que sofrem mais risco de alteração... Eu pedi que ele avisasse a todos que eu estava bem, mas tinha que voltar pois havia coisas a fazer. '-'

Pronto. Foi isso.